Michelle Branquinho

Michelle Branquinho

Se alegrar com a conquista dos outros é algo fácil pra você?

Vejo que é comum mostrarmos solidariedade pelo nosso próximo nos momentos de
sofrimento e de dor que ele está passando e que somos pessoas que sentem empatia
pelos outros. Mas se alegrar com a conquista dos outros, nem sempre. Quando um amigo
alcança uma felicidade, uma grande alegria, uma conquista pessoal ou financeira há muito
almejada, muitas vezes a inveja e o mal-estar tomam conta de nós. Ou estou
exagerando? 

A Bíblia nos ensina que devemos “Alegrar com os que se alegram, chorar com os que
choram… “chorar com os que choram é fácil, porque somos amantes da auto piedade.
Todos querem ser reconfortados, consolados e sem exceção, qualquer ser humano
enfrenta problemas e dificuldades. Se alegrar com os que se alegram já traz suas
dificuldades…

Alegrar-se com os que se alegram pede uma atitude espontânea de cumplicidade; é ficar
feliz única e simplesmente pela alegria do outro. E para isso é preciso superar que o que
alegra o outro pode ser algo que você não tem ou ainda não conseguiu. E assim surge a
inveja. Agora, inveja é algo ruim? Sinceramente, eu não acho. Se torna ruim a partir do
momento em que não sabemos lidar com ela. Nossas emoções são impulsos naturais,
reações que surgem a partir da observação de algo ou da vivência. Tudo depende de
como controlamos e lidamos com nossas emoções. Todos os sentimentos podem se
tornar um impulso pela busca de uma existência melhor. E já parou pra pensar que seu
amigo alcançou algo porque sempre busca um pensamento positivo? Será que dá para ser
feliz e se alegrar com as conquistas e realizações dos nossos amigos?

Não só dá como é uma atitude muito admirada, e que precisa ser cultivada dia a dia.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email