sabotar
Michelle Branquinho

Michelle Branquinho

Sinais de que você sabota os seus relacionamentos

Você costuma não ter êxito em seus relacionamentos? Viveu situações onde as pessoas se afastam de você por algum motivo? Já teve relacionamentos que pareciam que ia dar certo, mas não avançou? Se sua resposta foi positiva para todas as perguntas, quero te dizer que estes acontecimentos podem ser típicos de pessoas que se autossabotam nos relacionamentos, o que pode gerar experiências e conexões interpessoais dolorosas.

O objetivo deste artigo é te ajudar a entender mais sobre a sabotagem no relacionamento, através de explicações simples sobre os principais sinais desse tipo de comportamento, além de dicas para reverter essas atitudes nas relações. Se identificou? Então vamos lá!

Em primeiro lugar gostaria que refletisse o seguinte: você já se perguntou o porquê de se relacionar com as pessoas? A verdade é que o ser humano é uma criatura inteiramente sociável, que precisa de relacionamentos para promover o bem-estar psíquico e até mesmo físico. Desde o nosso nascimento buscamos criar vínculos com o mundo ao nosso redor.

No entanto, precisamos entender que nem todo mundo consegue se relacionar da mesma forma. O que é algo inteiramente normal para alguns no sentido de relacionamentos, para outros pode ser uma grande dificuldade, ou seja, um verdadeiro “cabo de guerra”. Interessante destacar que muitas vezes essa situação pode ocorrer de forma inconsciente, ou seja, a pessoa envolvida na maioria das vezes não consegue identificar que o problema pode estar nela.

A minha intenção aqui é justamente essa, ajudar as pessoas a “abrirem os olhos” e se auto-avaliar em diferentes situações de relacionamentos.

Sabotagem, o que é?

À vista disso, você pode estar se perguntando: o que é sabotagem e autossabotagem. Bom, segundo a definição do dicionário da Língua Portuguesa, sabotar no sentido figurado da palavra, é dificultar ou prejudicar uma atividade por meio de resistência passiva, ou seja, de forma proposital. Com apenas essa definição, você consegue definir o que é autossabotagem, certo?

Como dito antes, a autossabotagem é o ato de prejudicar a si mesmo de forma consciente e inconsciente, criando barreiras que nos impeçam de alcançar os objetivos que almejamos. Esse comportamento pode ser identificado na forma de hábitos negativos (baixa autoestima, procrastinação e falta de foco), que sucedem de pensamentos ruins sobre si mesmo, e que te levam a duvidar da sua capacidade.

Nesse momento você pode estar se perguntando: “mas o que isso tem a ver com os meus relacionamentos? ” Tudo! Neste artigo quero te mostrar alguns sinais de que você possa estar sabotando os seus relacionamentos, para que assim, essa “nuvem” da autossabotagem se dissipe da sua vida de uma vez por todas. Vamos lá?

Sinais de que você sabota os seus relacionamentos:

A autossabotagem em relacionamentos pode ser um ciclo vicioso, principalmente quando é algo de origem inconsciente, pois esse comportamento torna-se como uma zona de conforto destinada a empobrecer as suas relações interpessoais. Por isso, segue alguns sinais que se você realiza ou já realizou em algum momento, pode ser considerado de sabotagem. Meu objetivo aqui é que você consiga perceber e mudá-los a tempo. Vamos?

  • Não dedicar tempo para o relacionamento – Se você está preocupado com essa amizade, namoro ou até mesmo casamento, por que não dedica tempo para consertá-la? O fato de ignorar essa relação quase que completamente, na tentativa de se convencer que está “tudo bem” ou de que não tem tempo, é um sinal de sabotagem. Entenda: um relacionamento saudável deve ser trabalhado com tempo e paciência, devendo haver uma certa priorização para que ambos não saíam desgostosos dessa experiência.
  • Críticas excessivas – Imagine o quão desgastante é sustentar uma amizade baseada em críticas após críticas? Nesse item não me refiro às críticas construtivas, pois elas ajudam no desenvolvimento pessoal, mas sim às críticas por comportamentos pequenos. Esse é mais um sinal de sabotagem, pois ao criticar a pessoa sem que ela tenha feito algo, é uma demonstração de que você está tentando, de forma inconsciente, criar uma barreira no relacionamento.
  • Não abordar questões negativas – Esse ponto está totalmente associado com a zona de conforto, pois ao não querer abordar questões que estão erradas ou que podem melhorar e mudar, é algo extremamente autossabotador. Essa recusa demonstra à outra parte do relacionamento que você tampouco considera esse vínculo como algo digno de ser mantido vivo. Esse sinal é um grande alerta para que o relacionamento não termine por esse motivo.
  • Falta de autoestima – Ao atingir um objetivo de realização pessoal e ver como algo que você mesmo não é merecedor disso, pode gerar uma sabotagem no relacionamento, pois ao não conseguir a afirmação em si mesmo, você a projeta em seus relacionamentos, o que consequentemente pode levar a uma frustração na relação quando as expectativas não são atendidas.
  • Medo da intimidade – Esse sinal pode ser gerado ainda na infância, pois o medo de criar vínculos afetivos em relacionamentos, pode ter ocorrido por conta de algum trauma ou situação mal resolvida no passado. Nesse tópico, a autossabotagem ocorre quando você cria situações que irão te distanciar, levando-o a não querer nenhum tipo de relacionamento. Muitos nessa situação acreditam que todos os relacionamentos serão iguais de forma negativa e por esse motivo tem medo de avançar em amizades e conexões.

Se identificou com alguma destas situações? Segue então algumas dicas breves do que você pode estar buscando para solucionar esses ciclos de sabotagem.

O que fazer para reverter?

  • Autorreflexão – É importante que você pratique isso, pense nas relações que você sabotou ou têm sabotado. Entenda que só de você ter reconhecido algum mecanismo de sabotagem, já demonstra que esse caminho pode ser trilhado!
  • Terapia – Caso você não consiga resolver essas situações sozinho, é importante que você procure ajuda profissional de um psicólogo para aconselhá-lo e ouvi-lo, sem nenhum tipo de julgamentos. Essa parte é inteiramente minha! Entre em contato comigo, vamos agendar uma consulta, será um prazer ajudá-lo a superar a sabotagem em seus relacionamentos.

Gostou deste conteúdo? Me envie a sua opinião no meu perfil no Instagram (@psimichellebranquinho)

Vou adorar tirar as suas dúvidas e ouvir sobre como você superou ou reconheceu os sinais de sabotagem em seus relacionamentos.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Fale conosco pelo Whatsapp